Empadão (inspirado na Shepherd’s pie)

Esta semana vi o Jamie Oliver cozinhar uma shepherd’s pie que sinceramente me fez salivar em frente à televisão. A receita não é apropriada para pessoas que têm horários das 9 às 20h mas felizmente existem Domingos. Eu desejo tudo de bom para quem inventou os Domingos. É o dia perfeito para experiências na cozinha. E eu falo de experiências porque, convenhamos, eu sou aquela pessoa incapaz de seguir uma receita de início a fim sem inventar pelo menos 7 pequenas alterações que a vão tornar ainda melhor. A shepherd’s pie é feita com carne de carneiro. Obviamente que o Aldi num domingo de manhã não tem Carneiro. Nem é preciso.

Vou explicar-vos o que fiz:

Ingredientes:

  • 1kg de carne de vaca picada
  • 2 chalotas
  • 3 dentes de alho
  • azeite qb
  • 2 tomates maduros
  • 1 embalagem de polpa de tomate
  • 3 ramos de alecrim
  • 2 ramos de tomilho (ou tomilho limão)
  • 4 cenouras
  • pasta de molho picante (tabasco também serve)
  • 1 caldo de carne
  • 1 colher sopa de farinha
  • pimenta preta e sal
  • 5 batatas doces grandes
  • leite qb (a olho)
  • queijo da ilha (ou parmesão) ralado a gosto
  • 600g de ervilhas congeladas

Coloca numa panela grande um fio de azeite, as chalotas e os dentes de alho picados e deixa alourar em lume médio. Num tacho pequeno prepara o caldo de carne: meio litro de água a ferver e mergulha o caldo (obviamente que não me dei ao trabalho de preparar um verdadeiro caldo de carne, certo?). Quando o refogado estiver pronto acrescenta a carne e envolve bem. Espera que a carne cozinhe ligeiramente (3 – 4 minutos) apenas para a selar mexendo de vez em quando, até notares uma alteração na cor para um tom acastanhado. Junta a polpa de tomate, os tomates picados grosseiramente, as cenouras, o molho picante, o alecrim picado, o tomilho, a farinha e por fim o caldo de carne até quase cobrir tudo o que foi colocado anteriormente. Tempera com pimenta preta e sal (pouco porque o caldo já é bastante salgado).

Deixa levantar fervura e reduz para lume brando. A carne deverá cozinhar cerca de 1h e meia.

Num tabuleiro de forno coloca a batata doce cortada em cubos. Rega com azeite, pimenta preta e sal e leva ao forno a 180ºC. Deixa que cozinhe até ficar tenra, de modo que seja possível desfazer com um garfo. Retira do forno, desfaz com um garfo e mistura leite aos poucos até obteres uma consistência de puré. Junta-lhe uma porção ao teu gosto de queijo parmesão (ou da ilha) e mistura bem.

Quando a carne estiver pronta, com um molho espesso e bem cheiroso coloca-a no fundo de uma assadeira ou um pirex. Sobre a carne espalha as ervilhas congeladas para que o puré não se afogue no molho da carne. Sobre as ervilhas espalha o puré de batata doce assada. Não te preocupes se o aspecto não é o mais incrível do mundo. Vai ficar óptimo, garanto-te.

Leva ao forno a 180ºC durante 20-30 minutos. É necessário que o tempo de forno seja suficiente para cozinhar ligeiramente as ervilhas.

Quando passarem 15 minutos retira o empadão do forno, pincela o puré com azeite e espalha um raminho de alecrim bem picadinho por cima. Volta a colocar no forno até alourar.

Boas garfadas,

Eva