Cerveja Artesanal

Cerveja artesanal? O que é isso? Já demos um cheirinho de cerveja artesanal no post do Artbeerfest, mas convém explicar exactamente o que é isso da cerveja artesanal? No início da cultura cervejeira, elas (as cervejas claro) eram fabricadas através de processos rigorosos em mosteiros por Mestres Cervejeiros que desenvolviam as suas receitas. Esses Mestres (a quem eu faço uma vénia por terem desenvolvido este néctar) muitas vezes produziam as ditas em panelas, o que fortalece esse conceito “artesanal”. Hoje em dia quem faz cerveja em casa, continua a utilizar esses mesmos processos. As cervejas industriais além de serem produzidas em larga escala, são feitas visando atingir o maior número de consumidores possível. Normalmente utilizam nas suas receitas apenas 60% de malte e acrescentam outros cereais para diminuir os custos de produção, chegando ao consumidor com um preço relativamente baixo.

Do outro lado da barricada estão as cervejarias artesanais que, produzindo normalmente em pequena escala, focam na qualidade dos seus produtos. Os ingredientes que compõe a bebida são nobres e seleccionados, muitas vezes oriundos de vários países europeus, que se destacam no cultivo da matéria-prima cervejeira. O período de fermentação e maturação da cerveja artesanal acontece sem pressa, ou seja, não são adicionados produtos químicos para o acelerar.

Jorge Borges, cervejeiro nacional, explica muito bem estas diferenças: “Uma
cerveja artesanal leva puro malte e é carbonatada naturalmente, tal como também é natural a sua fermentação. Já uma cerveja industrial é filtrada e diluída em água. Imaginemos as diferenças entre um refrigerante e um sumo natural. É exactamente o mesmo que separa uma cerveja artesanal e uma cerveja industrial”
.
Ao contrário do que se possa pensar, não é a quantidade de produção que separa as cervejas artesanais das industriais, mas o processo de fabrico.
Por serem diferenciadas, saborosas e marcantes as cervejas artesanais tornam-se relativamente mais caras, no entanto valem o que custam e atendem as
expectativas dos paladares mais exigentes.
Brevemente teremos mais novidades aqui sobre cerveja artesanal. É só deixar fermentar e maturar e já podem pôr os olhinhos em cima…
Cheers,

João