Frango com chouriço e gengibre e cevadotto do mesmo

Bom dia pessoal fofo. Aproveito a oportunidade incrível que a minha paciente me proporcionou de escrever no blog a meio da manhã por estar a faltar a uma hora e meia de consulta. Obrigada D. Ana mas infelizmente o blog não me paga contas por isso agradecia que não voltasse a faltar, ok?

Vou contar-vos o que cozinhei ontem à noite…
Abri o armário à procura de ideias para o jantar e lá estava o saquinho de cevada ali a acenar para mim. “Aaah, um cevadotto!”. Decidi fazer um franguinho no tacho e um cevadotto no mesmo molho.

Ingredientes (4 pessoas):

– azeite
– 3 dentes de alho
– uma porção de gengibre (tamanho de um polegar)
– meio chouriço
– tomilho qb
– sal qb
– 1 limão
– frango para 4
– vinho branco (uma embalagem pequena de vinho foleiro embora eu goste de cozinhar com vinho bom e aproveito e vou bebendo)
– parmesão ralado qb
– gin ou outra bebida branca
Preparação:

Coloca num tacho de fundo largo o azeite, os alhos esmagados, o gengibre ralado no raspador (reserva um terço para depois), o chouriço cortado em pequenos pedaços (reserva um terço para depois), o tomilho, sal e sumo de meio limão.

Deixa alourar e coloca o frango a fritar. Quando estiver dourado e estaladiço de ambos os lados acrescenta o vinho até cobrir parcialmente o frango e fecha o tacho. Deixa a cozinhar em lume médio durante aproximadamente 25 minutos ou até cozinhar totalmente a carne.
Num tacho à parte coze a cevadinha, previamente lavada, conforme explicado na receita que podes ler aqui.
Quando estiver cozida, passa em água corrente com auxílio de um escorredor e reserva. Logo que o frango esteja pronto, retira-o para um recipiente para levar à mesa. Ao molho onde cozinhaste o frango acrescenta o que sobrou de chouriço e gengibre picados, um splash daquele gin que tens aberto lá em casa e junta a cevadinha. Envolve tudo muito bem incluindo todos os pedacinhos de frango e chouriço torrados no fundo da panela. Adiciona queijo parmesão ralado e volta a mexer.

Posso confessar que não é habitual eu apreciar muito o que cozinho, sou expert em encontrar defeitos… mas esta receita ficou deliciosa. De lamber os dedos no final.

Experimentem.

Boas garfadas,
Eva