Almada Minha

Ainda há dias em conversa com o André da Casa do Carmo (Oi? Ainda não conhecem a Casa do Carmo? Mau mau Maria…) lhe dizia que há 15 anos quando estudei na Faculdade de Ciências, no maravilhoso edifício da actual Reitoria, a baixa era totalmente diferente. Quem teve o prazer de acompanhar o seu crescimento sente um carinho especial por esta zona da cidade…
Adoro palmilhar as ruelas que outrora se revestiam de edifícios devolutos e casas abandonadas e que hoje em dia oferecem recantos simpáticos e tão diversificados. Quem desce a rua do Almada ou da Picaria, das Flores ou a Ferreira Borges apercebe-se de dezenas de novos espaços que convidam a entrar. Foi na Rua do Almada que descobrimos o Almada Minha, um Cookie and Wine bar super acolhedor e que prende a atenção de quem passa na rua.
O conceito é original, associar bolachas a determinadas bebidas. Com a cerveja recomendam as minicookies de amendoim para substituir os originais amendoins que acabam por engordurar as mãos e manchar a blusinha que fica estragada para o resto da vida. Raios partam.
Com o chá ou o café têm diversas opções que vão variando de semana para semana: manteiga de amendoim, chocolate, canela, noz, lima, avelã, M&Ms… difícil é escolher. Têm também opções vegan e sem glúten.
Para os mais requintados sugerem as bolachas de vinho do Porto a acompanhar um copo de vinho ou bolachas de sementes de papoila emparelhadas com um Gin, por exemplo.

 

A escada super estreita no fundo da loja condizente com a antiguidade da arquitectura do espaço dá acesso a uma zona de lounge em mezzanine onde se pode apreciar a rua através das portadas abertas.

Almada Minha, um lugar que apetece repetir. Experimentem…

Boas garfadas,
Eva

https://pt-br.facebook.com/almadaminha
(Café + bolacha: 1,5€)