Venham mais 5 (1º Aniversário do Blog)

Há muitos dias que andavamos a ponderar organizar algo para assinalar o aniversário do blog… Como não chegámos a consenso o tema acabou por ficar “em águas de bacalhau”. Na semana passada informei a Rita que o blog faria um ano no dia 8 e reavivou-se a intenção de comemorar. “Temos que fazer um jantarinho, nem que seja apenas para meia dúzia de amigos”, disse ela. Concordei.
Depois de alguma discussão sobre o melhor local surgiu a ideia da Casa Guedes, o primeiro restaurante referido no blog e que é sempre uma primeira escolha tanto minha como do João, mas como tinhamos intenção de convidar todos os seguidores e amigos que quisessem connosco comemorar acabamos por decidir trocar o Guedes pelo Venham mais 5 por uma questão de espaço e horário.
Se arrependimento matasse o meu funeral teria sido ontem!

Liguei para o restaurante a marcar mesa e responderam-me de forma rude e grosseira… vocês sabem que eu não sou uma menina delicada. Foram mesmo rudes.

Pedi mesa para 15. A voz do outro lado quase me tratou mal, só aceitou que eu estivesse a pedir-lhe uma mesa tão grande quando referi que seriamos aproximadamente 25 pessoas mas uma única mesa de 15 seria suficiente porque os participantes chegariam a horas diferentes e provavelmente o jantar ia alongar-se até fecharem. Ai, o que eu fui dizer… “Não me compensa ter mesas sem rodar, é uma terça-feira mas nós trabalhamos sempre muito bem”, respondeu-me o Sr Luís, o dono, em Português do Brasil. Lá fiz o choradinho e consentiu a marcação de mesa. Quando confirmei a hora de encerramento que está indicada na página de facebook (23h) respondeu-me com “às 22h30 fecha a porta e não entra mais ninguém”. Que simpatia…
Cheguei à hora marcada e já lá estavam alguns amigos. Enquanto esperava à porta pelos restantes convidados que iam chegando ouvia os comentários dos empregados ao balcão “Marcam mesa e chegam à hora que lhes apetece, vai ser meia noite e nós aqui”. Não se preocupem que não voltamos cá mais, pensei eu.

 

Pedimos os famosos preguinhos no pão com queijo e batatas fritas a acompanhar. Parece-me que foi consenso geral que os pregos estavam bons. Eu, com tanta azia, nem me lembro do que comi.

Devemos ter malhado uns 40 pregos e outros tantos finos, jarros de sangria (muito boa, devo confessar) e afins. A mónica pediu Coca Cola. Não era zero nem light. Era Coca Cola, ponto. “Ah, não temos, acabou…”. Quem te mandou ser exigente e pedir bebidas exóticas?
Para sobremesa a tarte de limão merengada, tema do primeiro post, há um ano atrás!


Quando se junta um grupo de amigos a noite acaba por correr sempre bem, o balanço foi positivo mas o local foi riscado da minha lista.
Eu até entendo que não tenha sido uma noite agradável para o Sr Luís… 7-1 é mau djimais. Temos pena.
Boas garfadas,
Eva