Percebes

Foi na semana passada que dissemos adeus à Moniquita. Alguns dias passados e já tenho saudades de lhe cantar a “(Mo)Nikita you will never know” do Elton John…
Para evitar que se dedicasse à choradeira e a um serão deprimente sozinha em casa, decidimos levá-la a jantar fora no seu último dia de trabalho.
Recomendaram que fossemos ao Percebes, em Famalicão. A meio da tarde já a Susana suspirava a pensar nas gambas e ameijoas… “Isto promete!”, pensei.
Acabamos por ficar reduzidas a três elementos e meio… eu, a Mónica, a Susana e o Simão(zinho), sim que uma companhia masculina faz sempre falta para proteger as meninas. O Simão, no alto dos seus 3 anos de idade, chegou à boleia do pai e foi recebido pela mãe de braços abertos “Simão, o papá vai trabalhar e nós vamos para o Mundo”.
Chegadas ao destino, pedimos uma mesa para quatro e a Mónica encomendou o jantar como se fosse da casa: “Vai trazendo o que pedimos habitualmente.. gambas, ameijoas, sapateira recheada, mexilhões, pimentos padron,… Uma Chimay pequena para mim e Sangria para elas”. Adoro estes jantarinhos de comer à mão e lamber os dedos no final. Tudo bem gostoso.

 

Na continuação da jantarada, um segundo momento de degustação… churrasquinho em pão, as known as prego no pão. Algo que cai sempre bem. “Ora venham três”. O Simão comeu de tudo, como se não tivesse jantado em casa e ia repetidamente perguntando “Mãe, quando é que vamos para o Mundo?”.
Para terminar ainda pedimos crumble de morangos, mousse de chocolate e dois dedos de conversa.
21€ por cabeça.
Um bom spot para um jantar despretensioso e tranquilo.

 

Se alguém precisar de uma assistente dentária com 16 anos de experiência mas com aparência de 20 anos de idade é favor contactar. Só não deixo que a levem para longe…
Moniquita, vai deixar muitas saudades. Encontramo-nos por aí em locais mais interessantes e de preferência de copo na mão.
Só mais um pormenor: de shorts e sem nódoas negras, combinado?
Boas garfadas,
Eva