Bolachas de Manteiga de amendoim e pepitas de Chocolate

Há qualquer coisa de verdadeiramente terapêutico e relaxante em cozinhar bolachas em casa (já pareço a Nigella a falar…). Eu adoro vê-las no forno a apanhar cor e sentir o cheiro a correr a casa. Dá um certo trabalho mas é  completamente recompensado pela cara de satisfação de quem as prova. “Ah, vou só tirar uma, eu nem aprecio bolachas… Humm… Afinal vou só comer 4 ou 9!”
Esta receita dá para aproximadamente 60 (pequenas e maravilhosas) bolachas.
Ingredientes:
80 gramas de manteiga + 150 gramas de manteiga de amendoim (de preferência com pedaços de amendoim, alguns supermercados têm opção com e sem pedaços)
350 gramas de farinha
200 gramas de açúcar
2 ovos
2 colheres de chá de Bicarbonato de sódio
200 gramas de chocolate de culinária (1 tablete, não se inibam de comprar um BOM chocolate) ou o equivalente em pepitasPreparação:
Mistura o açúcar com a manteiga+manteiga de amendoim na batedeira até obter um preparado homogéneo. Entretanto corta o chocolate em raspas com ajuda de uma faca e reserva (é nesta altura que te arrependes de não ter comprado pepitas, eu faço sempre esse erro, não porque me falte inteligência mas porque o chocolate em barra além de mais barato é mais saboroso e fácil de encontrar).
Pré-aquece o forno a 180oC.
Junta à mistura de manteiga e açúcar os ovos um a um, e quando estiver bem misturado adiciona a farinha e o bicarbonato. Misturar bem até formar uma massa homogénea. Por fim adiciona o chocolate e envolve bem.
Protege um tabuleiro do forno com papel vegetal, faz pequenas bolinhas de massa e coloca sobre o papel separadas por algum espaço para evitar que colem umas nas outras. Pressiona um pouco as bolas de massa para que fiquem levemente espalmadas.Leva ao forno durante 14 minutos. Não mais! Eu sei, elas ainda estão moles mas é mesmo assim!
Quando ficarem frias podes guardá-las numa embalagem hermética e duram alguns dias, dependendo do teu grau de gula.

Experimenta, são irresistíveis!
Atenção, não me responsabilizo por aumentos de peso. Já me chega o meu!
Boas garfadas,
Eva